Trem no Contestado

A barriga do mundo. Uma mistura de céu e terra. De ferro e fé. Ferrovia que ocupava seu lugar no umbigo do mundo deixando a cruz no coração e na garganta. Esse é o mundo do caboclo. Contestado pela pátria que não o pôde parir. Pátria infértil, sem força e sem voz para defender os filhos deste solo. Pátria abortiva que mata para ser penetrada pelo estrangeiro como se fosse virgem. Não sabia que aquela entrada lhe seria forçada e dolorida. Sabia. Preferia ignorar os hematomas e as feridas que floresciam infeccionadas pelo fruto daquele acordo. Ignorava o sangue que lhe corria pelas coxas e chorava os mortos de outras barrigas. Mas a cruz lhe furou a garganta e o grito escapou. Livre, ecoou para não se calar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s