Danse, mon Esmeralda

Imensa. Agiganta-se enquanto me puxa pela mão a caminho do infinito. São coloridos os momentos que circulam em minha memória, girando desnorteados. Esvai-se o medo de que me derrubem. Barreira em seu percurso rumo à felicidade. São risos passados que brincam com meus lábios e abraços cheios de carinho que me esquentam na tarde que é fria. Também eram frias aquelas tardes que se pintavam escurecendo o céu para anunciar a lua. Também era fria aquela noite ao redor da fogueira. Quantas vezes me peguei desejando que a hora não passasse? Que o copo continuasse sempre meio cheio?

Passam alegrias e tristezas enquanto continuo. Também eu me tornei uma caminhante dessa terra. Sempre em movimento para não deixar que as pegadas se apaguem. Não sabia que quando mais andava para fora daquele que considerava ser um mundo tão meu, também me descobriria. E hoje todo o mundo gira em êxtase a cada palavra que pinta o papel.  Alinham-se os planetas para admirar a pureza desse momento tão frágil que é se entregar às vozes que precisam ser ouvidas e às nuances que precisam ser percebidas e aos passos que precisam ser dados. Andaria por quilômetros e ainda não seria sua por completo. Giraria entre memórias verdes e amarelas. Sorriria com a lembrança do rosto ligeiramente abaixado que lhe encarava. Dançaria como dançaram tantas outras mulheres antes dela. Mulheres tão suas que tinham livre passagem para entrar e sair de seu corpo e pensamentos. Quantas já fora? Quantas ainda seria? Quantas lhe estariam reservadas por trás das cortinas do entendimento?

Já não queria entender. Tinha sentimentos demais se acumulando em seu coração para conseguir pensar. Bastava-lhe que as mãos dançassem sobre o teclado. Bastava-lhe viver naquela terra e senti-la, ainda quente, com o sangue que lhe escorre.

São pequenos crimes que cometemos todos os dias. Mas amanhece. É o céu que se pinta de azul, já sem geada que permita escrever no para-brisas do carro. Escuta! Aí vem um novo dia e uma nova canção. Segure minha mão novamente, minha doce amiga. Vamos dançar!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s